aqui pelo campo

A vida de um homem belo

Deixe um comentário

Foto-0837 Foto-0833

…continuando no tema de fazermos aquilo que amamos venho aqui hoje deixar uma historia que pode mudar a vossa vida e fazer entender o post anterior. Leonardo nasceu em Vinci, uma aldeia agricula na Toscana Italiana. Filho bastardo de uma empregada foi bem aceite no seio da família. Na altura por volta de 1400 os filhos bastardos eram recebidos nas família com carinho e Leonardo não foi menos considerado. O seu avó paterno anotou o seu nascimento delicadamente como um dia especial e a esse neto dedicou a sua vida. Leonardo viveu muito com o avo e o tio Francesco (irmão do pai) e cresceu numa vida de campo tranquila, ávido de tudo, amante da natureza incondicional e dono de uma criatividade inesgotavel, cedo foi reconhecido com tais dotes pelo avó que o incentivou a ser artista (faço aqui uma nota para darem conta da importância deste pormenor…) Leonardo trabalhou desde a sua adolescência em Florença com um pintor da época mas, irreverente não se deu á famosa pintura Florentina e foi mais longe. Chegou a Milão. Aqui vem a parte gira. Leonardo de Vinci era conhecido pelos seus quadros incríveis e pela notável Monalisa, mas durante toda a sua vida apenas pintou 24 quadros, sendo que a maior parte deles estão inacabados porque ele tinha tal avidez por novos projectos que não conseguia terminar um na ânsia de começar o outro e assim sucessivamente. A pintura não era no entanto a sua grande paixão. Leonardo era um engenheiro, arquitecto, cientista no seu âmago. Adorava criar invenções e escrevia cadernos e cadernos e blocos com notas infindaveis e algumas escritas com a mão esquerda para não serem decifráveis. Esta é o máximo!!. Homem de porte belo, atlético, irreverente quanto as modas, andava sempre ao sabor do seu próprio gosto, Vestia cores fortes e era senhor de uma simpatia e afabilidade notáveis que deixaram a muitos uma terna memória. Acabou os seus últimos dias a pedir perdão a Deus por nunca ter feito a sério realmente aquilo que tinha vindo ao mundo com o dom de fazer, que era, ser construtor de sonhos. Imginem este homem, autor da ultima ceia, autor de quadros maravilhosos alguns reconhecidos geniais em vida, teve a capacidade de ver e recopnhecer ante tamanho génio criador…que não fez aquilo que amava ter feito tão somente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s