aqui pelo campo

Lembrar e perdoar

Deixe um comentário

Freedom

Há dias em que eu preciso de me sentar e simplesmente escrever para libertar a minha emoção e devido a algo que vi, ou li, essa emoção torna-se dentro de mim difícil de reter.
Assim o faço aseguir a um almoço de quinta numa cozinha típica aqui ainda embrulhada por uma recordação que me surgiu, ao procurar uma musica que levou a um link que me entregou a um video…uff!! que ja tinha visto e que me disse tanto neste momento que não me consegui conter.

Faz agora penso que um ano e meio ou talvez dois, sou péssima em datas e aniversários…a minha mãe que o diga…que eu comecei a ler o EAT PRAY and LOVE que tanta gente leu, certo dia, estando eu já em avançado estado de deterioração daquilo que fui e na caminhada para aquilo que sou dei comigo no hotel Tivoli em Lisboa, na mesa de um faustoso pequeno almoço, rodeada de todos os metais brilhantes que poderia encontrar a tomar o meu habitual café com leite acompanhada da historia da vida de Elizabeth Gilbert e a dada altura, pareceu-me ler no livro com igual emoção tudo aquilo que eu estava a passar naquele momento. Embargada, saÍ do pequeno almoço para a sala dos sofás, que era lindíssima, e ai me afundei comovida, incapaz de reter a minha angustia no correr de uma historia tão similar á minha. Ao ver este video compreendi a mensagem e a capacidade que temos de ter de tomar as nossa próprias decisões e mais tarde, mediante a informação adicional que vamos receber da vida olharmos para trás sem nos recriminarmos e com perdão. Tantas vezes pensei ao longo deste meu ano sabático de reconstrução onde levei até aos alicerces e mudei fachada e tudo, no que eu teria siso poupada e aqueles que de mim dependiam se eu tivesse dado esse passo antes, mas também na verdade chego sempre a um final feliz e que tal como ela diz, naquela altura com 18 anos nada poderia ter feito além daquilo que fiz e que teria tomado as mesmas decisões baseadas naquilo que me tocava no momento e sim vai sendo vida fora. Para quem as toma é essencial perdoar-mo-nos e saber que demos o passo certo seja ele qual for e que o assunto vá morrendo e a vida pulsando e quando toda estar tralha que temos na cabeça abre um corredor o universo imediatamente entra por ai dentro e o resto vem por si mesmo.

Bom trabalho!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s