aqui pelo campo

Parar de chover no meu coração

3 Comentários

DSC03933

Bom dia do campo
Hoje já mais restabelecida do dia de ontem de muitas mudanças, mas ainda com muito para arrumar. Agora o atelier, tenho tudo lá despejado …um móvel de gavetas que adoro, brinquedos, livros…muito trabalho hoje ainda mas a manhã  foi roubada a uma caminhada para pôr a minha vida aqui em dia e deixar os últimos desenvolvimentos a que chamo melhorias, numa casa que quando conheci  me apaixonou pela sua simplicidade e envolvencia, e que agora está a minha imagem e com o retorno dos meus objectos que não são valiosos, mas sim na estima que lhes guardo, Costumo dizer que não vou ser a mais rica do cemitério mas vou com o coração cheio isso vos garanto. Transformei a minha cozinha com uma cómoda que desde pequenina vejo no meu quarto  que, na altura já espelhava o bom gosto dos meus pais porque se forrava de uma papel de quadrado Vichy verde e branco que me acompanhou em imagem a vida toda. Enchi as estantes, as recordações do meu pai estão por aqui e por ali e o frigorifico ganhou nova vida com um papel lindo azul escuro oferecido por uma amiga. Ficou meio fanado, mas foi o que foi possível e, ainda assim parece outro!!
Estas estantes que tenho por trás de mim teem no entanto uma historia bonita. O meu pai teve desde que me lembro até que deixei de a ver… uma loja no Porto na Rua Júlio Diniz logo no inicio do lado direito (o inicio que na altura se fazia pela Rotunda da Boavista) lindíssima, toda em madeira, projecto de arquitecto e que se cobria de discos de cima abaixo e da sabedoria dele na matéria. Homem que reconhecia uma sinfonia de ouvido sendo surdo do outro, e que me ensinou a diferença entre um Opus e um Kochel (O Kochel era a definição pessoal de Mozart para Opus) . Pois ontem senti que o meu pai  devia andar por perto porque parece que tudo dele ganhou  um lugar especial aqui, e eu numa mera curiosidade fiz uma grande descoberta na internet, esta fabulosa internet que nos abre um mundo de possibilidades, e vim a ter acesso ao projecto do qual suponho não haver fotografias tiradas por nós!!
Fiquei feliz!
Deixo-vos aqui as minhas mudanças que não são mais do que a casa que quero confortável para os meus filhos, com as coisas que sempre viram perto de nós e com uma gaveta vazia de uma cómoda para que venha sempre e com mais regularidade quem entrou na minha vida e me cobriu de afectos.

DSC03904

DSC03905DSC03910DSC03911

DSC03917DSC03918DSC03923

DSC03924

DSC03934

DSC03935

DSC03936

DSC03937

DSC03938DSC03939DSC03941

DSC03943
DSC03946

3 pensamentos sobre “Parar de chover no meu coração

  1. a casa esta a ficar linda, muito o meu estilo também! bom resto de semana

  2. Como te entendo quando dizes que os teus objetos não são valiosos a não ser pela estima que lhes guardas. Passámos um pouco pelo mesmo, deixar uma casa nova, acabada de construir que havia sido o sonho de uma vida. A mim custou-me muito, ainda custa, não sei como é contigo. Mas ter trazido comigo todos os meus objetos atenuou o sentimento de perda. A tua casa está charmosa e cada dia se parece mais contigo, mas sei que não vais parar por aí, estou morta por te ver realizar o teu sonho de recuperar uma casa antiga. E peço o mesmo para mim. Beijos grande, Graça e que sejas feliz onde quer que seja a tua "caverna".Catarina Clemente

  3. É o vosso porto de abrigo. Está acolhedor e com alma. Adorei a cafeteira do café moka em cima do fogão, eu adoro esse café. Tenho uns mimos para te enviar mas ainda não tive vagar, a ver se seguem para a semana, para te ajudarem a aquecer ainda mais a alma e o coração.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s