aqui pelo campo

Dante…

Deixe um comentário

” 

O imagination, you who have the power to impose yourself on our faculties and our wills, stealing us away from the outer world and carrying us off into an inner one, so that even if a thousand trumpets were to sound we would not hear them, what is the source of the visual messages that you receive, if they are not formed from sensations deposited in the memory?
~Dante

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s