aqui pelo campo

A minha historia e a de muita gente

3 Comentários

DSC04884

Sábado 5 de Novembro e aniversário da minha mãe!
Avizinha-se um fim de semana de muito trabalho e esta deixa, eu dedico a uma amiga virtual que carinhosamente dia após dia, me visita, me comenta, me envia emails e com quem eu estou em falta, por isso, e para ela aqui fica algo que disse e que ecoou em mim, “Pinte até que a mão lhe doa” como o canta o fado. Obrigado Elisabete pelo seu acompanhamento nos meus textos, pela partilha das suas angustias, que nos fundo ressoam alto no coração de muita gente que escolhe sobreviver em vez de viver ante o medo  que provoca a tomada de decisões e o caos que ela acarreta.
Deixo aqui um mensagem que recebi ontem de um médico que conheci recentemente, que é um exemplo vivo de uma pessoa que fez frente a uma vida estabilizada para dar os passos na estrada do seu coração que hoje em dia se encontra disponível, e bem sucedido, para ele que não sei me virá ler o meu carinho. E então ele disse-me:
” Graça. o medo é uma condição inibidora que nos destrói ou obriga a termos fé e a vence-lo. E ficamos bem. Tudo de bom”
obrigado Dr.Filipe!

Em tempos e graças a ele, passei para uma folha a história da minha vida, com total honestidade e sem inibições. Esse passo foi super importante para ganhar espaço e clareza naquilo que sabia que tinha de incentivar ou até mudar. Hoje, dia 5, muitos meses passados retomo a leitura das ditas folhas e dos inúmeros pedidos que, de forma bem esclarecida dentro das minhas possibilidades do momento fui descriminando em sucessivas folhas e que hoje tive o prazer de ver cumpridos. Sempre que faço isto fico perplexa, e cheia de força para acreditar que de facto existe uma força maior quando o caminho é de verdade, o verdadeiro. A Sabedoria interior.

Ser escritora é algo que vou respeitar ao longo dos anos vindouros, trabalhar outras características que em mim me desagradam também. Deixar a vida respirar é sem duvida e neste momento imperativo.

De há meio ano para cá a minha vida foi uma tomada constante de decisões que alteraram o rumo de muita gente que toda a vida me acompanhou neste entorpecimento em que vivi durante anos.

Como tudo, basta ter coragem a primeira vez, depois tudo se organiza dentro de nós se ao mudarmos o que nos desagrada e nos destrói, nos apercebermos do quanto imperativo era fazê-lo!

Iniciei Novembro, ou melhor, findei Outubro com o cumprir de uma serie de pedidos que ao longo de meses foram enchendo folhas, bem descriminados, de necessidades urgentes de injustiças e olhos fechados de muita gente.

O momento é de pausa. Pausa na vida para ganhar balanço, redefinir posições e pedidos, acalentar projectos e novos objectivos.
Tempo de limpeza interior, de purga, de agir sem agir, de sentir o prazer de ver que tudo se consegue se se quer com plena verdade.

Lembro muito neste cantinho onde me encontro o fim da vida de Karen Blixen no seu quarto na Dinamarca, em casa dos pais.

DSC04867
Vida nova /New life
Vida nova /New life
Vida nova /New life
Vida nova /New life
Vida nova /New life

3 pensamentos sobre “A minha historia e a de muita gente

  1. Bom dia GraçaSou seguidora do seu blog, no entanto nunca deixei comentários. Adoro o seu trabalho e os seus textos. Identifiquei me com este post. Continue muito sucesso!

  2. Obrigada pela partilha. É verdadeiramente delicioso e inspirador passar por aqui.

  3. És uma Mulher de muita força e coragem!O destino há-de sorrir e iluminar aos teus passos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s