aqui pelo campo

O valor do tempo*

3 Comentários

DSC02740
Hoje passei a manhã solitária em casa após uma curta caminhada para organizar as ideias. Tirei o dia para me dedicar ao computador, pôr blogs em dia, publicar maravilhas para os meus meninos e muito mais. Adoro este dias em que parece que estou aqui ligada ao mais distante dos amigos por um fio condutor e  ver coisas bonitas que me inspiram.  Tenho conhecido pessoas incríveis neste mundo world wide web, vidas que sigo, casamentos que acompanho, amores distantes que se vem a juntar em ilustrações que faço e ofereco para mais tarde recordarem. Pessoas que querem vir ter comigo, conhecer-me e com as quais nunca me desiludo, com quem partilho o mais escondido recanto do meu campo que ostento com orgulho. Pessoas que se uniram ao meu entusiasmo recente pela vida, que partilham os meus desabafos e se reveem neles e, para elas fica o meu muito obrigado. Hoje deixo aqui os cantos da  minha casa, o amor que lhes dedico e um ponto comum em toda a casa. Os seixos da minha praia. Estão por todo lado, organizados em grupos, escritos em mensagens que não quero esquecer, com um cheiro a mar que enche o meu olhar. O campo nesta altura esta o máximo e sempre que saio na minhas caminhadas de fim de tarde venho plena que tudo aquilo que a vida me tem para oferecer AGORA. Baldes enchem-se de uvas negras, vizinhos sentados na soleira espraiam os seus sorrisos com grandes canecas e malgas de vinho, daquele de deixar marca quando se passa o delo. Videiras vermelhas que estendem os seus braços a cumprimentar-me, castanheiros verdes e paralelo coberto de mantos de ouriços. Eiras enfeitadas de grãos de milho fazem uma manta laranja em cada casa e pela rua acima entra mim a dentro o cheiro que só o Outono tem. O cheiro a lenha que queima finda a tarde, o barulho das folhas de milho secas que a senhora já idosa teima em não deixar-se vencer. Lindo tudo isto!  Deste meu canto vos envio estas imagems escritas que nunca mais me sairão da cabeça enquanto eu viver.

DSC02742

DSC02752

Todas estas fotos me enchem o coração quando aqui as publico. Significam o valor que dou a cada bocadinho do meu dia, ao carinho que lhe dedico, e aquilo que a natureza que vivo dia a dia mais intensamente tem para me oferecer. O valor do segundo para o senhor que perde o comboio, ou da milésima para aquele que ganhou uma medalha de prata. É tal como o foward que recebi, o valor do tempo que todos os dias é debitado na nosssa conta da vida e que como um saldo, está disponível, só que se não o gastarmos, ele vai-se!

DSC02793
DSC02794
DSC02798
DSC02799
DSC02801DSC02802
DSC02826
DSC02807
DSC02810DSC02806
DSC02813

3 pensamentos sobre “O valor do tempo*

  1. É tão bom encontrar pessoas que nos inspiram… Tão bonitos os seixos, a mitura de cores e o sorriso da Graça.Beijinhos🙂

  2. Sem palavras, és sem dúvida uma musa inspiradora,para mim és. E acredito que também para muitaaaaaaaa genteeeeeee!!!!!!!um abraço apertado e muito obrigada por estas partilhas maravilhosas!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s