aqui pelo campo

Saber o que fazer, com isto a acontecer, num caso como o meu…

3 Comentários

Ter o meu amor, para dar e para vender…

DSC02428

Não posso deixar de publicar aqui uma mensagem que me foi enviada por uma amiga e comentadora do meu blog que ainda não tive o prazer de conhecer, mas a vida dá inumeras voltas…Agradeço os comentários e os carinhos, sobretudo os carinhos. Enchem-me a alma.
“Quem gosta vem…quem ama fica”


DSC02434
DSC02433
DSC02441


Então aqui vai:

Olá Graça,
Hoje ouvi um video no blog e ouvi a sua voz, adorei o sotaque o Norte, a proximidade, a simplicidade, quase típica das crianças. Uma voz ingénua e limpa como o seu sorriso. Às vezes tenho receio que me tome por doida por andar sempre a ler tudo o que escreve, mas é que sinto que o que escreve é para mim. Já sentiu isso alguma vez? É quase como estivesse a escrever sabendo que eu vou entender e absorver quase tudo. Também eu tenho um fascínio com o campo, mas que colmatei com a compra de uma casa com um grande jardim na vila da Parede. Tenho uma horta, frutas e apesar de nunca ter tido família na terra (são todos da cidade de Lisboa) sempre me identifiquei com isto. Os meus amigos chamam-me de tia de Cascais mas sinto-me cada vez mais simples. Adoro mexer na terra e já perdi o medo aos bichos. Adoro o sabor dos legumes plantados por nós. Adoro que o Afonsinho cresça nesta casa antiga com jardim. Para além de tudo isto quero agradecer-lhe porque me inspira em muito mais do que eu possa exprimir por palavras. O mestre aparece quando estamos prontos não é? Passamos uma vida toda a ouvir certas frases que não fazem sentido e depois há um dia, em que alguém as diz e parece que é a primeira vez. De um momento para o outro «aquilo» faz sentido. As pessoas como nós passam a vida a procurar «lenha para se queimar» heheh têm sempre mais um projecto, mais uma ideia para concretizar. A minha mãe diz-me que assim que resolvo um problema arranjo logo outro. Mas os projectos não têm de ser problemas se os soubermos aceitar como projectos. Não tem de existir stress, nem dilemas, apenas um deixar a vida seguir o seu rumo, embora no rumo certo. É só manobrar o barco. Já me alonguei e provavelmente deixei de fazer sentido. Esta mensagem era sobretudo para agradecer. Obrigada Graça Paz por fazeres parte da minha vida ainda que assim, virtualmente. Um grande xi aqui da Nessa.



Obrigado Vanessa!! acjho que já está tudo dito…

3 pensamentos sobre “Saber o que fazer, com isto a acontecer, num caso como o meu…

  1. O reconhecimento bem merecido!

  2. Olá Graça, como vê o sentimento é geral, tds nós achamos, q escreve para nós, ou q põe na sua escrita os nossos 'sentires', q nos identificamos consigo e por consequencia a Graça connosco.O resumo de td isto q dizemos e sentimos é numa palavra ADMIRAÇÂO….Mais um beijinho (nunca são demais)Elisabete

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s