aqui pelo campo

Grandes esperanças*

4 Comentários

DSC01846

Domingo 21.8.2011
Deixando vir a inspiração, e, porque não sei porquê, estou com a minha letra (manual) muito feia, começo o meu post de hoje sentada na mesa cá fora a escreve-lo, á mão! Depois de um Sábado repinpado na companhia dos filhos e de amigos, os camponeses (nós), desceram á foz do rio Neiva, local abrigado de Norte, bem precioso em terras de ventania, para, debaixo de um calor que acabei por considerar de, falta de brisa, nos deixarmos estender nesta linda lagoa que, ao longo da tarde nos foi recebendo com a subtil entrada da água do mar. Vi Raias minúsculas que com pressa,  á nossa frente esvoaçavam como folinhas de areia, caranguejos já grandes que de lado se atarefavam por entre pedras e musgos, colónias de peixinhos e deliciosos camarões…
Terminamos a noite, lá fora no meu pátio, todos cansados e divertidos a apreciar os tomates da vizinha amiga e o doce sabor da victória que, por entre risadas e “cantares” infantis, me fui deixando sentir quando silenciosa ia “observando” a casa, a todo o nosso redor imposta, serena e concluída! todo o desenrolar de vidas que por mim passaram para chegar a este ponto em que para tudo olho, aqui na casa! A familia, o porto dos filhos, as portas abertas, o conforto meu, e, o fundir-me entre paredes que ouviram noite após noite os meus lamentos chorosos, a minha impotência para com a vida e o prazer de os ver passados.
Agora de manhã. o dia corre de brisa fresca, o café está servido e eu noto em mim um lento regressar a tudo aquilo que, outrora abondonei quase totalmente, por força de guardar a minha FORÇA e manter o meu foco. O prazer dos prazeres que sempre senti foi literalmente sendo superado e, eu volto hoje á agradável percepção de que começo de novo as minhas manhãs acompanhada de livros de decoração, tomo nota das evoluções em termos de gosto e atitude, dentro de mim e o agudizar de pormenores que sempre gostei e, no lento sabor das metas que, ao longo destes últimos anos em particular me impus. Sinto vontade de voltar a tricotar mil riscas coloridas.
A S. na cozinha vai aprofundando aquilo a que já define de paixão..cozinhar, e eu cá fora resolvo dar inicio á segunda fase das minhas batalhas , até aqui afogadas, e pinto em pedras da praia que mais me marcou os sentimentos que quero trabalhar!
O tempo, o carinho, o afecto, a entrega, o amor, a gratidao, a intimidade
DSC02048
e deixo já para trás em processo bem entregue a prosperidade, a abundância o merecimento, o concretizar, a humildade
DSC02047
volto hoje ás pedras para trazer a Harmonia!
Escrever é algo novo que, em paralelo com a minha arte me faz exactamente aquilo que sou, sem capas, nem muros.

International:


It´s very dificult for me to translate all that i wrote here with the same feeling that i do it in my language but, i´m going to translate a “game” i make, with myself, this last years and it´s about these stones. In this last years of many changes in my life i decided to wrote in stones of my most importante beach, the one that, if it have a mouth could tell all my anxieties, all the feeling in words that i want to work in my life and within myself “Me” “Self” and it´s very powerful for me to look at them, in my house a long with my daily activaties and it mantain my focus.
I have to stages. Firts i want to change my anxiety about money and work, so i work prosperety, abundance, materialize, humility, discipline, merit, method, silence, peace, strengh, compassion.
Now that i have does ones in a good direction and i feel mutch moore in focus on that, i gave in my life one big step this  last month and now i see the need to work again, but other things that i want to acomplish:
Care, afection, delivery, love, respect, reciprocity, intimacy, balance and i do love the way the English language says what  for us IS EQUILIBRIO/ BALANCE


I encourage you to do the same.

4 pensamentos sobre “Grandes esperanças*

  1. Estou maravilhada, encantada e seduzida com tudo o que leio. Obrigada por esta maravilhosa partilha, que tão bem a sabes fazer!Parabéns pela evolução, pelo caminho e pela LUZ ao fundo do túnel! Grata pela coragem e ânimo que nos dás.BEIJO

  2. Gostava muito de ver publicados estes textos; quem avança para patrocinar a sua publicação?

  3. Claro q nada mais se pode dizer depois do q 1/2 disse. Está nesse comentário espelhada td a sedução e encantamento q tds sentimos qd a lemos. Claro q vou acrescentar q me deixo emocionar, mts vezes, ou quase sempre as lágrimas me visitam e acompanham, pois os meus estados de alma, acertam passo com os seus e eu revejo-me. Incondicionalmente sua admiradora.Beijos mts, obgd por me fazer companhia, e pôr no papel o q eu não tenho coragem de fazer.Elisabete

  4. :-)) Muito obrigado mais uma vez do coração!!:-)Um beijinho*Graça

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s