aqui pelo campo

As estações da minha vida*

1 comentário

DSC05407

Aqui há algum tempo comprei um livro num ímpeto, que li até metade e depois me desinteressou, pousei e esqueci. Hoje não sei bem porque, ou melhor agora sei, depois de um dia INTEIRO  a pintar, ao fim da tarde levei a canalha, ávida de rua a um parque e, sentei-me no carro a ler e, em meia hora, li-o todo, encantei-me, inspirei-me e venho aqui partilhar uns bocadinhos com vocês, porque todos sentimos as estações na nossa vida certo?

David Lynch é de forma crescente um homem que admiro pela sua simplicidade de escrita, e espanta-me como há alturas em que parece que certas verdades nos estão vedadas ou ainda nao é tempo. É um homem que mudou a sua vida através da meditação transcendental, algo que ainda vou perceber melhor o que é e que, como qualquer pessoa que a dada altura da sua vida passa de um rigoroso inverno para um ensolarado verão se dedica a ajudar os outros através das suas próprias experiências. Aconselho vivamente a ler este livro quem tiver nessa mudança temendo que haja partes mais aborrecidas, há no entanto outras fabulosas, iluminadas.

“EM BUSCA DO GRANDE PEIXE” de David Lynch

Aqui deixo o link da fundação de David Lynch, David Lynch Foundation for Consciousness Based Education and world peace

O artigo sobre educação que ele escreve, eu vou deixar para o kidsblog, aqui hoje e agora vou deixar um pequenino e elucidativo texto, uma das muitas e simples descobertas que são no fundo as mais difíceis de alcançar,

“A verdade sustenta a Terra e torna a água viva molhada. A verdade faz fogo arder e o ar mover-se, faz o Sol brilhar e a vida crescer. Uma verdade escondida suporta tudo. Descobre-a a vence”
Ramayana

“Mantenha-se verdadeiro consigo mesmo. Deixe a sua voz soar mais alto e não deixe que ninguém interfira com ela. Nunca diga que não a uma boa ideia, mas nunca aceite uma má ideia. E medite, é muito importante experimentar esse EU, essa pura consciência. Tem-me ajudado mesmo. Acho que ajudaria qualquer cineasta. Por isso, comece a mergulhar no seu interior, animando essa consciência de felicidade. Cresca em felicidade e intuição. Experimente a alegria de fazer. E brilhará nesta forma cheia de paz. Os seus amigos ficarão muito, muito felizes consigo. Toda a gente quererá sentar-se ao seu lado As pessoas dar-lhe-ão dinheiro!”

…é um conselho do David Lynch que viveu anos amargurado pela sua propria negatividade, foi meditar quase á força e logo descobriu a melhor parte da sua vida e, exemplo disso é esta fundação fabulosa.

DSC05411

Um pensamento sobre “As estações da minha vida*

  1. Também gosto de Lynch, apesar de algumas vezes o homem alucinar…:)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s